Rev. Arival Dias Casimiro

Adorar a Deus. Esta é a nossa razão de ser como cristão e igreja. Pedro declara: “Também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo”. (1Pe 2.5). Por definição, a Igreja é uma comunidade de adoradores. Ela existe para adorar. Ela é uma casa espiritual, um sacerdócio santo e real. João afirma: “Aquele que nos ama, e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados, e nos constituiu reino, sacerdotes para o seu Deus e Pai, a ele a glória e o domínio pelo séculos. Amém!” (Ap 1.5-6).

Warren W. Wiersbe avaliando sobre a qualidade do culto hoje, disse: “Adoração não é uma opção, é uma obrigação; não é luxo, é uma necessidade. Adorar a Deus e glorifica-lo é a única coisa que a igreja pode fazer e que nenhuma outra assembleia pode fazer. Não estou certo de que estejamos fazendo isto”.

Sempre aos domingos, nos reunimos aqui no templo para cultuarmos a Deus. Precisamos avaliar o culto que oferecemos a Deus. Como você tem adorado a Deus? Você está preocupado em adorar a Deus em espirito e verdade? Há temor, reverência e amor a Deus quando você está adorando? O que tem motivado você a vir cultuar? Você tem se preocupado em preparar a sua mente e o seu coração para adorar a Deus?

O objetivo da adoração é agradar a Deus.

Quando o adoramos da maneira que Ele manda, somos também beneficiados espiritualmente. Muitas vezes vamos à igreja, participamos de um culto, e saímos como se nada tivesse acontecido. Mas será que a culpa está em Deus? Será que o errado sou eu ou a liturgia do culto?

O certo é que se o culto for agradável a Deus, oferecido segundo a orientação da Palavra, Deus torna-se agradável ao adorador: “Agrada-te do Senhor e ele satisfará os desejos do teu coração” (Sl 37.4). Deus é achado por aqueles que o busca de todo o coração.

Olhando para os exemplos de culto na Bíblia, podemos relacionar alguns resultados da adoração verdadeira. Hoje, após o culto de adoração, veja se alguma coisa relacionada abaixo acontece em sua vida:

  1. Cresce o nosso conhecimento e a nossa admiração por Deus;
  2. Percebemos e reconhecemos a presença real de Deus em nosso meio e na nossa vida;
  3. Tomamos consciência do quanto somos pecadores e da nossa dependência da graça divina;
  4. Somos instruídos e orientados por Deus, por meio da Palavra. Precisamos obedecer a Deus em todas áreas da minha vida;
  5. Recebemos salvação e libertação;
  6. Somos motivados à santificação e a consagração;
  7. Sentimos a necessidade de testemunhar e falar de Jesus.

Precisamos melhorar a nossa adoração. Deus é o Senhor da qualidade e devemos nos apresentar diante dele com o melhor que pudermos oferece

1 comentário

  1. DEI GLORIA A DEUS PELA VIDA DO REVERENDO Arival Dias AO LER ESTE ARTIGO QUE PARA MIM FUNCIONOU COMO UM SERMÃO UM GRANDE ESTUDO O QUAL LEVEI TAMBÉM ATÉ OS DEMAIS IRMÃOS DA CONGREGAÇÃO PRESBITERIANA NA CIDADE DE BONITO – BA NA CHAPADA DIAMANTE OBRIGADO REVERENDO QUE O SENHOR DEUS CONTINUE TE ORIENTANDO E ABENÇOANDO. “aceito ajuda se possível para ajudar a Igreja de Cristo neste lugar.” (kio.cerqueira@yahoo.com.br)

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário