A comunhão espiritual envolve mais do que franqueza um com o outro; ela também pede a prestação mútua de contas. Ambas as ideias de aconselhar (Cl 3.16) e de nos sujeitarmos uns aos outros (Ef 5.21) sugerem o conceito de prestação de contas mútua. Prestar contas é se dispor, tanto para ser esquadrinhado, quanto para ser desafiado em áreas da vida sobre as quais se chegou a um acordo comum.

Por exemplo, se você e um colega se comprometem a ter uma comunhão espiritual, podem concordar em prestar contas um ao outro em determinadas disciplinas – na comunhão regular com o Pai, no estudo bíblico, na memorização das escrituras e na meditação. Ao comparecerem ao seus encontros regulares, prestarão um para o outro um relato a respeito do progresso.

 

Facebook: https://www.facebook.com/ippinheiros/

Instagram: https://www.instagram.com/ippinheiros/

E-mail do Pr. Tiago Henrique: aconselhamentotgh@gmail.com

 

Igreja Presbiteriana de Pinheiros.

Av. das Nações Unidas 6151, Pinheiros – São Paulo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário