Desde a antiguidade, os servos do Deus verdadeiro distinguem-se pela hospitalidade.

Definida como “amor a afeição, ou bondade para com estranhos”, a hospitalidade proveniente de um coração sincero ainda hoje é um sinal que identifica o genuíno cristianismo. Trata-se, aliás, de um requisito para todo aquele que quer adorar a Deus de modo aceitável — Hebreus 13:2; 1 Pedro 4:9.

Uma pessoa de hospitalidade exemplar foi Lídia. Ela ‘simplesmente fez’ com que os missionários cristãos em visita a Filipos ficassem hospedados em sua casa. (Atos 16:15) Embora ela seja mencionada só de passagem nas Escrituras, o pouco que se diz sobre ela pode encorajar-nos com o seu exemplo extraordinário com o seu coração de hospitaleira epílogo.

 

Indicação:

”Doze mulheres extraordinariamente comuns: Como Deus moldou as mulheres da Bíblia, e o que ele quer fazer com você” — John MacArthur, Ed. Thomas Nelson

 

Facebook: https://www.facebook.com/ippinheiros/

Instagram: https://www.instagram.com/ippinheiros/

 

Igreja Presbiteriana de Pinheiros.

Av. das Nações Unidas 6151, Pinheiros – São Paulo.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário