Igreja presbiterianaPowered by Rock Convert

Rev. Arival Dias Casimiro

“Aviva a tua obra, ó Senhor, no decorrer dos anos…” (Habacuque 3.2)

Nós, que vivemos os bastidores de uma igreja local, pastoreando o rebanho de Cristo, observamos um preocupante paradoxo: mesmo havendo declínio espiritual há o crescimento numérico na igreja. As igrejas estão cheias mas as pessoas estão vazias da Palavra, do compromisso da obediência e do contentamento do Espirito. Paul E. G. Cook afirma: “O declínio espiritual nem sempre é refletido numericamente; ele consiste numa retirada da vida espiritual verdadeira da Igreja e pode até mesmo acontecer em tempos de aumento numérico”.

A solução para tal situação é o avivamento espiritual. Precisamos urgentemente de um avivamento! Esse será produzido por Deus, mas deverá ser buscado pela igreja, através da oração. Maurice Roberts diz: “A oração suprema, que a Igreja precisa em nosso mundo, deve ser por reavivamento”.

O que é um Avivamento.

Avivamento ou reavivamento pode ser descrito de diversas maneiras. “Avivamento é aquela estranha e soberana obra de Deus na qual Ele visita o seu próprio povo, restaurando-o, reanimando-o e libertando-o para receber a plenitude de sua bênção”. (Stephen Olford). “Avivamento é um abundante derramamento do Espirito de Deus sobre o seu povo, renovando-o e despertando-o de sua preguiça espiritual e desobediência, levando-o a preocupar-se com o pecado, a santidade de vida e a glória de Deus. O resultado é que um grande número de pessoas fora da igreja e descrentes é trazido a Cristo e a sua igreja. No reavivamento, Deus dá uma nova saúde espiritual aos já crentes e nova vida aos mortos”. (David Eby). “Um avivamento fica marcado pela vitória do Espirito sobre a carne”. (Russel Shedd). Em síntese, afirmamos que o avivamento é uma atividade espiritual realizada por Deus, na vida do seu povo, por meio da ação poderosa do Espirito Santo. O objetivo do avivamento é a revitalização espiritual da sua igreja.

Motivos para orar por Avivamento

Quando olhamos para a nossa vida espiritual e para situação espiritual da Igreja hoje, podemos relacionar alguns motivos que nos impulsionam a orar por avivamento:
– Quando a leitura bíblica e o compromisso com a Palavra são desprezados;
– Quando a oração deixa de ser vital para o cristão;
– Quando a santificação é desprezada pelo cristão;
– Quando o lazer e o trabalho prejudicam a piedade;
– Quando o pecado é cometido sem incomodar a consciência;
– Quando não existe adoração em espirito e verdade;
– Quando não há compromisso com a obra de Deus;
– Quando há mau testemunho por parte dos crente;
– Quando não há líderes comprometidos;
– Quando não há conversões na Igreja;
– Quando não existe unidade na Igreja;
– Quando faltam visão e ação missionária.

Peça a Deus um Avivamento.

Devemos orar pedindo a Deus um avivamento espiritual. A base para tal pedido encontra-se na Bíblia:

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”. (2Cr 7.14);

“Torna-nos a trazer, ó Deus da nossa salvação, e faze cessar a tua ira de sobre nós. Acaso estarás sempre irado contra nó? Estenderás a tua ira a todas as gerações? Não tornarás a vivificar-nos, para que o teu povo se alegre em ti? Mostra-nos, Senhor, a tua misericórdia, e concede-nos a tua salvação”. (Sl 85.4-7);

“Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que desejais. Então me invocarei, passareis a orar a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes com todo o vosso coração”. (Jr 29.11-13);

“Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes” (Jr 33.3);

“Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, abrir-se-lhe-á. Qual dentre vós é o pai que, se o filho lhe pedir [pão, lhe dará uma pedra? Ou se pedir] um peixe, lhe dará em lugar de peixe uma cobra? Ou, se lhe pedir um ovo lhe dará um escorpião? Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o Pai celestial dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?” (Lucas 11.9 -13).

Meus irmãos, quando Deus vai enviar um avivamento, primeiramente Ele envia seu Espirito de súplica e intercessão. Vamos orar objetiva e incessantemente pelo avivamento.

5 Comentários

  1. Pastor, com todo meu respeito, no amor e no temor do Senhor, será que esse “esfriamento espiritual” não tem sido causado pelos próprios líderes de nossas igrejas??? Vivemos dias em que as igrejas têm procurado juntar os caquinhos daquele fardo que Jesus quebrou (vinde a mim, todos vós que estais cansados e Eu vos aliviarei…) e têm colado e colocado sobre os ombros dos”fiéis” sobre as mais diferentes formas. Hoje em dia, pastor, não se contenta mais em ser pastor ( se alguém escolheu episcopado, boa escolha fez), ele precisa ser professor, empresário, diretor de alguma instituição, escritor, etc…ele é tudo, menos pastor se esquecem da pergunta de Jesus para Pedro (Pedro, amas-me?… …apascente as minhas ovelhas). Já foi a época em que pastor conhecia os membros de suas igrejas. O senhor fala de igrejas”cheias”, mas foram os senhores que introduziram essa onda de”megas igrejas”, pra depois entrar com outra onda, a da “igreja em células”. Para mim, igreja tem que ser pastoreada por pastores. Sempre ouvi falar que as ovelhas precisam de pastores pois são míopes. Se isso é fato, logo, uma ovelha não pode guiar outras ovelhas(mesmo usando óculos), pois corre-se o riso de levar todas elas ao abismo. Realmente, precisamos urgentemente, não de um “avivamento”ou “reavivamento”, mas principalmente, de CONVERSÃO. É isso precisa acontecer de cima para baixo. Se o pastor realmente sente que tem um “chamado ministerial”, ele deve fazer o que Jesus disse:”aquele que quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a cada dia a sua cruz e diga-me”. Esse pastor precisa aprender a depender do Senhor, Jeová jire, Deus provedor, com esse exemplo, as ovelhas verão através do testemunho dele que ele é realmente um servo de Deus, a serviço de Deus. Estamos cansados de ser enganados. Até bem pouco tempo, não tínhamos acesso a informações como temos hoje. Atualmente, já sabemos que pelo menos, duas das grandes denominações dentro do Brasil (Batista e Assembleia de Deus) foram trazidas pelos maçons para o Brasil. Hoje compreendo porque existem tantos maçons no meio do “povo de Deus”. Mas não é só isso que sabemos. Sabemos também que se trata de uma organização satanista, e sabemos que não se pode servir a dois senhores. Que não existe comunhão entre as trevas e a luz. Eu estou como aquele cego curado por Jesus: “só sei que eu era cega, mas agora VEJO”. INFELIZMENTE, não sabemos em que liderança ou denominação podemos confiar. Às vezes tenho a impressão de que estamos chegando a um tempo em que teremos que ser crentes sozinhos em nossas casas. Nós, nossa Bíblia e Deus. O mesmo”pastor” que vemos num dia pregando para milhares de pessoas num púlpito de igreja, de repente, está “palestrando” em eventos promovidos pela maçonaria. Não dá mais para confiar em ninguém. Ninguém se contenta em apascentar as ovelhas de Jesus.

  2. Prezado pastor sou membro de uma igreja presbiteriana no rio de janeiro bairro campo grande, tenho sentido a necessidade desse espírito de súplica e intercessão, sinto forte convicto de pecado , o ministério de mídia da igreja que o irmão pastoreia é muito sério , tem abençoado a muito , vide o número de visualizações e compartilhamento não somente os nossos irmãos mais conhecido de nossa amada igreja , mais todas as pregações estão sendo comum em despertar a igreja louvo a Deus pela sua vida e os demais irmãos que tem apoiado, obrigado Senhor pela sua misericórdia em nossas vidas

  3. Um avivamento é urgente!!!!

    Nossas igrejas estão inchadas com um povo frio e sem compromisso com a PALAVRA – mas estão ávidos por se relacionar com o mundo evangélico.

    Virou atributo social dizer que é evangélico – diz-se : sou da igreja tal… participo do grupo tal… sou cristã (“afinal, todos os caminhos levam a Deus”)… muito preocupante esta afirmação.

    Estamos assistindo cada vez mais, um número de pessoas convencidas, e não convertidas inpiradas no mundo que está dentro das igrejas – vou fazer uma social!

    Nossas igreja estão se adequando aos comportamentos do mundo para ter casa cheia… para serem bem vistas pelos outros em números de fiéis… E AS ALMAS QUE ESTÃO SE PERDENDO AO LONGO DO CAMINHO?

    Amados irmãos, é urgente o reavivamento… JESUS ESTÁ VOLTANDO!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário