De Benjamim, disse: O amado do SENHOR habitará seguro com ele; todo o dia o SENHOR o protegerá, e ele descansará nos seus braços” – (Dt 33.12).

 

A dor, a tragédia e o fracasso são inevitáveis, mas a tristeza é uma opção. Paulo sempre foi perseguido, caluniado e atribulado, mas ele fez uma opção: “aprendi a viver contente em toda e qualquer situação”. Ele jamais se deixou vencer pelas tristezas: “entristecidos, mas sempre alegres”. A pessoa triste reduz sua visão ao pessimismo e se torna autodepreciativo. O conselho de Abraão Lincoln para este tipo faz muito sentido quando ele diz: “A maioria das pessoas será feliz na medida em que decidir sê-lo”.

Benjamim nasceu, mas a sua mãe Raquel morreu durante o parto. Sua mãe o chamou de “Benoni” (filho da minha dor ou da minha tristeza). O seu pai, porém, trocou o seu nome, chamando-o de “Benjamim” (filho da destra ou da minha mão direita). Jacó sofreu muito com a morte de sua amada Raquel, mas ele não permitiu que a tristeza ditasse o futuro da sua família. Com isso aprendemos que não devemos permitir que as tragédias do presente determinem o nosso futuro. Não precisamos construir memoriais de nossas tristezas ou monumentos das nossas tragédias.

Alguns anos adiante, Benjamim se tornou uma das tribos de Judá e herdou terra perto de Jerusalém. Moisés, antes de morrer, abençoou as doze tribos de Israel. Para a tribo de Benjamim ele disse: “O amado do SENHOR habitará seguro com ele; todo o dia o SENHOR o protegerá, e ele descansará nos seus braços”. Três lições confortadoras:

 

A primeira, todo filho é amado pelo SENHOR. A palavra “amado” (yadhidh) é um adjetivo que significa uma pessoa “bem amada” ou “amada com amor intenso”. Deus o ama com amor eterno, incondicional, indestrutível e exclusivo. Não importa a tristeza que você estiver sentindo, você é um amado de Deus. Agostinho disse: “Deus ama a cada um de nós como se houvesse apenas um para amar”. Um pregador muito simples disse: “Se Deus tivesse uma geladeira, seu retrato estaria nela; se Deus tivesse uma carteira, levaria sua foto nela; Ele lhe manda flores em toda primavera; Ele lhe manda o nascer do sol a cada manhã; a qualquer momento que você quiser conversar, ele escuta; Ele pode morar em qualquer lugar do universo, mas ele escolheu seu coração. Encare isso, meu filho(a): Ele é louco por você!”.

 

A segunda, todo o dia o SENHOR o protegerá. Além de amor, todo filho precisa de proteção. Deus habita no seu povo. E isso é o segredo da maior proteção que existe. O SENHOR está com você, protegendo-o todo dia, o dia todo, de forma pessoal, sobrenatural, infalível e completa. Se alguém quiser atingi-lo, primeiro terá que passar por cima de Deus. Se Deus é por você, quem será contra você? Quando eu me concentro em mim mesmo, só vejo a minha condição de nudez e miséria. Ao concentrar-me em Deus, vejo somente amor, conforto e segurança!

 

Terceira, descanse nos braços do SENHOR. Todo filho de Deus mora entre os seus ombros. Tal como um pai carrega o seu filho pequeno em seus ombros, Deus carrega você em toda segurança. Portanto, fique tranquilo, sossegue o seu coração e aquiete a sua mente. Descanse e repouse em Deus. Deite-se sobre Ele e descanse à sombra do Onipotente.

Pare de chorar, de murmurar e de reclamar. Aproprie-se desta promessa e passe a orar e a bendizer ao SENHOR.

 

Rev. Arival Dias Casimiro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário