Pastorais

A FÉ PARA AS NOVAS GERAÇÕES

Juízes 2.6-15

A nossa igreja tem sido agraciada com o nascimento de muitas crianças. São crianças lindas e sadias com um belo futuro pela frente. Algumas dessas crianças vieram como resposta de oração trazendo alegria para todos. Deus tem nos falado através destas crianças. E aproveitando o aniversário de 102 da nossa querida lgreja Presbiteriana de Pinheiros, eu gostaria de falar em nome delas, principalmente, aos pais e aos adultos da presente geração.

Josué morreu quando tinha 110 anos (Jz 2.8). Foi ele quem conduziu o povo de Deus para a terra de Canaã, através de muitas vitórias espetaculares de fé e obediência a Deus. Após a sua morte, outros de sua geração viveram por algum tempo, mas em seguida também morreram. Enquanto viveram, o povo serviu a Deus fielmente: Serviu o povo ao Senhor todos os dias de Josué e todos os dias dos anciãos que ainda sobreviveram por muito tempo depois de Josué e que viram todas as grandes obras feitas pelo Senhor a Israel (Jz 2.7).

Surgiu, porém, naturalmente, uma nova geração que não conhecia o Senhor, nem tampouco as obras que Deus fizera a Israel. Nasceu uma nova geração que desconhecia a Deus e o Seu poder (Jz 2.10). E o resultado deste desconhecimento é que eles fizeram o que era mau perante o Senhor, deixando o Deus verdadeiro e seguindo aos ídolos (Jz 2.11-13). A ira do Senhor veio sobre eles, que os entregou nas mãos dos seus inimigos: Por onde quer que saíam, a mão do Senhor era contra eles para o seu mal, como o Senhor lhes dissera e jurara; e estavam em grande aperto (Jz 2.15).

Aprendemos neste episódio histórico do passado três importantes lições para o presente: Primeira lição, quando o conhecimento de Deus é preservado e vivenciado por cristãos piedosos, isso traz grandes benefícios espirituais, materiais e sociais para uma geração. Segunda lição, quando uma geração abandona o legado espiritual de seus pais, abandonando o Deus verdadeiro, isso gera grandes sofrimentos e desencadeia a ira de Deus.

Terceira lição, precisamos transmitir para as próximas gerações os valores espirituais da Palavra de Deus. A oração que o salmista idoso faz: Não me desampares, pois, ò Deus, até a minha velhice e as cãs; até que eu tenha declarado à presente geração a tua força e às vindouras o teu poder (Sl 71.18).

Os pais de hoje precisam assumir o seu papel de formadores espirituais das próximas gerações. Precisamos deixar um legado espiritual para os nossos filhos. Deus ordena aos pais que guardem os mandamentos divinos e depois transmitam aos seus filhos. Primeiro o exemplo depois o ensino. Então, dirás a teu filho: Éramos servos de Faraó, no Egito; porém o SENHOR de lá nos tirou com poderosa mão. Aos nossos olhos fez o SENHOR sinais e maravilhas, grandes e terríveis, contra o Egito e contra Faraó e toda a sua casa; e dali nos tirou, para nos levar e nos dar a terra que sob juramento prometeu a nossos pais (Dt 6.21-23).

Em nome da nova geração, peço a atual geração que nos transmitam os valores espirituais. Queremos conhecer a Deus por intermédio de vocês.

 

Rev. Arival Dias Casimiro