Nossa História

Um Pouco de Nossa História

O trabalho presbiteriano em Pinheiros iniciou-se em julho de 1902. Alguns irmãos da Igreja Presbiteriana Unida de São Paulo (Bairro de Campos Elíseos), conhecidos como “Esforçadores Cristãos vieram até Pinheiros para distribuir folhetos e convites para os trabalhos de evangelização que iniciavam no bairro.

As primeiras reuniões foram realizadas em uma sala de aula de uma Escola Pública, conseguida pela influência de um comerciante do bairro que simpatizava com o trabalho evangélico. Houve perseguição por parte de moradores e o trabalho mudou-se para uma sala em frente à Igreja Católica do Largo de Pinheiros, cedida com o apoio de policiais do bairro. A perseguição romana era grande, mas um irmão, convertido no bairro, cedeu uma das salas de sua casa para a realização quinzenal dos cultos. Os irmãos perseveraram em pregar a palavra e em julho de 1903, foram colhidos os primeiros frutos: três irmãos fizeram a pública profissão de fé. A perseguição romana intensificou, e algumas vezes foi necessário a presença da força policial para garantir a realização dos cultos. O trabalho prosperou e no final de 1903, outros professaram a fé. Em 1904 foi organizada a Sociedade do Esforço Cristão, com membros da nova Congregação. Em 1905, a Congregação era composta por 15 membros – oito homens e sete mulheres.

Em 08 de julho de 1906, uma Comissão Especial, nomeada pelo Presbitério de São Paulo, composta dos irmãos Rev. Modesto Carvalhosa, Rev. Jeremias Zacharias de Miranda Jr., presb. José Gomes Villela, presb. Eliezer dos Santos Saraiva organizava a Igreja Presbiteriana de Pinheiros, com 17 membros professos e seus filhos menores.

Em 22 de julho de 1913, na Rua Fernão Dias 565, iniciou-se a construção do templo – Casa de Oração – cuja pedra fundamental foi lançada no dia 14 de setembro de 1914, em culto solene com a presença das principais lideranças da IPB na época. No dia 02 de julho de 1922 o templo foi consagrado.

A Igreja Presbiteriana de Pinheiros foi a mãe de várias igrejas na região, inclusive igrejas de outras denominações: I.P. Betânia, I.P. Betel, I.P. Filadélfia (Cotia), I.P. Granja Viana, IPI Vila Sonia, IP Metodista de Pinheiros, isto até meados de 1.950.

Em 1970, o primeiro templo foi demolido e construído outro templo – dois pavimentos – maior e um prédio com três andares com varias salas. O tempo passou e a igreja cresceu, e em setembro de 2010, a Igreja mudou-se para uma moderna instalação localizada na Avenida das Nações Unidas, 6151 – junto a Ponte da Cidade Universitária.

Para Deus toda honra, glória e louvor.

Rev. Arival Dias Casimiro